O berimbau instrumento magnífico um elemento típico da capoeira

Como o berimbau se tornou um elemento típico da capoeira na história

O berimbau e um  dos primeiros instrumentos usados pelo homem para produzir sons, há quase 20 mil anos, nada mais é que um modelo de arco.

A grande dúvida dos estudiosos, até hoje sem resposta, é se foi o arco usado para atirar flechas que deu origem ao arco musical, tataravô do berimbau ou se ocorreu o contrário. Seja como for, o instrumento ganhou a forma que tem hoje entre as antigas tribos nativas africanas que também se transformou em uma ferramenta de trabalho para todos os capoeiristas.

Em termos culturais na África, ele marca presença como acompanhamento musical de rituais fúnebres e religiosos. Em grande parte do continente africano  também é conhecido por m’bolumbumba e utilizados entre os quimbundos, ovambos, nyanekas, humbis e khoisan no sul de Moçambique, tem o nome de xitende.

No Brasil, também é conhecido por berimbau, UrucungoHungo,  OricungoUricungo  entre outros nomes.

Os historiadores  calcula que ele teria chegado ao Brasil já em 1538, junto com os primeiros escravos. 

Foi usado, no século XIX, por escravos recém-libertados para atrair compradores para os doces que vendiam nas ruas que também passou a ser identificado como elemento típico da capoeira.

Veja algumas características do berimbau

  • O berimbau é um instrumento de uma corda de origem africana é capaz de emitir várias sonoridades.
  • É constituído por uma vara em arco, de madeira ou verga, com um comprimento aproximado de 1,50 metros a 1,70 metros e um fio de aço (arame) preso nas extremidades da vara.
  • Na sua base, é amarrada uma cabaça com o fundo cortado que funciona como caixa de ressonância.

O berimbau é um elemento fundamental na capoeira, sendo reverenciado pelos capoeiristas antes de iniciarem um jogo.

Na capoeira, os três berimbaus podem ser tocados conjuntamente, cada um com uma função  definida.  As  variações dos toques têm nomes específicos .

Os toques  mais comuns na roda de capoeira são “Angola” e “São Bento Grande , Benguela e Iúna”.

Característica do berimbau gunga médio e viola

São usados três berimbaus:

Um Gunga – Berimbau de cabaça grande e som grave, cuja função é marcar o toque base de todos os instrumentos , além de coordenar o ritmo de jogo dos capoeiristas.

Um Médio – Berimbau de cabaça de tamanho médio , pouco menor que a do Gunga . Produz som médio grave e tem a função de marcar , tocando o inverso do toque do Gunga.

 Um Viola – Berimbau de cabaça menor, produz som agudo e tem a função de solo e improviso.

Afinações dos berimbaus

A afinação de cada  berimbau na capoeira é definida.

O berimbau é um instrumento microtónal, e pode ser afinado na mesma altura, variando apenas no timbre.

A nota baixa do médio é afinada com a nota alta do gunga, o mesmo se procedendo em relação ao viola para com o médio.

  • Altura: agudo, médio, grave
  • Intensidade: forte, fraco
  • Duração: longo, curto

Timbre: é a característica de cada som, o que nos faz diferenciar as vozes e os instrumentos.

Os Conceitos 

Som: são as vibrações audíveis e regulares de corpos elásticos, que se repetem com a mesma velocidade, como as do pêndulo do relógio. As vibrações irregulares são denominadas ruído.

Ritmo: é o efeito que se origina da duração de diferentes sons, longos ou curtos.

Melodia: é a sucessão rítmica e bem ordenada dos sons.

Harmonia: é a combinação simultânea, melódica e harmoniosa dos sons.

Aprender a tocar esse instrumento com certeza vai fazer  grandes benefícios  para você com o tempo

Aprendizagens psicomotora corporal , Noção da Lateralidade, de dominância com o instrumento.

A orientação temporal dos toques.
Exercícios motores com o instrumento, trabalhar coordenação motora e equilíbrio estático e dinâmico, percepção rítmica.
Coordenar toque e canto, toque e palma, toque e contra toque.

Físico: oferece atividades capazes de promover o alívio de tensões devidas à instabilidade emocional e fadiga;

Psíquico: promovendo processos de expressão, comunicação e descarga emocional através do estímulo musical e sonoro;

Mental: proporcionando situações que possam contribuir para estimular e desenvolver o sentido da ordem, harmonia, organização e compreensão.

Berimbau é um instrumento fenomenal e magnífico.

“O tocador de berimbau e um artista; o teu som que encanta povos faz acender a alma dos guerreiros que vivenciaram um dia nas suas lutas e cultura que marcaram  as história”.

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s